consultoria-de-idiomas

Escola de idiomas vs. consultoria de idiomas: qual o melhor para sua empresa?

Houve uma época em que falar inglês era importante para o mercado de trabalho. Aposto que, para alguns cargos da sua empresa, a fluência no idioma era apontada como pré-requisito. Hoje, o conhecimento no idioma tornou-se praticamente obrigatório para a maioria das posições e isso fez com que as empresas passassem a oferecer benefícios nesse sentido.

Com isso, entrou em cena um novo embate: escola de idiomas vs. consultoria de idiomas. Há empresas que se tornam conveniadas a escolas para que seus profissionais obtenham descontos nos cursos.

Nesses casos, entretanto, a capacitação acaba se tornando meramente opcional. Por essa razão, a consultoria de idiomas vem ganhando espaço como uma forma de garantir motivação e engajamento no aprendizado.

Para você entender melhor essa relação, listamos abaixo alguns pontos de comparação entre a escola de idiomas e consultoria de idiomas. Acompanhe!

Personalização do ensino

Uma escola de idiomas oferece cursos convencionais, nos quais o aluno tem que se adequar a algum nível e turma. Uma consultoria de idiomas identifica a real necessidade da empresa e personaliza o ensino nesse sentido.

Ela analisa a situação atual e os objetivos da empresa e traça um programa com base nessas informações. Assim, as aulas são direcionadas da maneira certa aos profissionais que realmente precisam delas.

[rock-convert-cta id=”16378″]

Adequação à disponibilidade

Uma consultoria de idiomas também representa maior liberdade na hora de encaixar as aulas na rotina do colaborador. Em uma escola, nem sempre o horário disponível será condizente com a disponibilidade do profissional.

Já a consultoria pode se adequar ao tempo que os envolvidos têm para estudar. As aulas podem ser ministradas online ou dentro da própria empresa, o que representa também uma vantagem em termos de deslocamentos.

Eficiência comprovada

Uma consultoria de idiomas consegue mensurar os resultados do seu programa em curtos períodos. Aplicando testes internacionais de proficiência antes e à medida que os treinamentos acontecem, a consultoria tem uma visão clara da evolução dos participantes. Com isso, ela é capaz de ajustar o programa conforme a evolução dos alunos, bem como comprovar o retorno sobre o investimento realizado em capacitação.

Um dos testes internacionais mais recomendados para essa avaliação é o TOEIC. O grande diferencial do TOEIC é que se trata de uma avaliação focada em Business English e, por isso, ideal para comprovar o nível de proficiência de inglês no contexto empresarial.

Business English

O Business English é o inglês direcionado ao mercado de trabalho e ao mundo corporativo. O inglês necessário no ambiente profissional deve abranger termos e situações específicas, por isso a importância e o treinamento ser focado em Business English, e não em General English. Assim, seus colaboradores estarão aptos à participação em reuniões de negócios e tudo o que envolva transações entre empresas.

Em um curso convencional, esse traquejo dificilmente será oferecido, ainda mais para quem está dando seus primeiros passos no idioma. A consultoria, por sua vez, consegue focar esse padrão de ensino, o que significa que os envolvidos terão um desenvolvimento no sentido certo, em um curto período.

Percebeu como a batalha escola de idiomas vs. consultoria de idiomas não teria razão de ser, já que estamos tratando de dois serviços totalmente diferentes? Na dúvida, escolha a que mais atende às necessidades do mundo corporativo.

Se este post foi útil, não deixe de ler, também, por que você deve investir em aulas de inglês in company.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber nossas atualizações por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.