cultura-de-fomento-ao-aprendizado

Cultura de fomento ao aprendizado: saiba como aplicar nas empresas

Estimular o aprendizado dentro das empresas é muito mais do que oferecer programas de treinamento e qualificação aos colaboradores. A cultura de fomento ao aprendizado é um “sentimento” de que a empresa e todos os profissionais dentro dela estão sempre aprendendo, buscando aprimoramento e entregando um resultado cada vez melhor.

No dia a dia, essa cultura se manifesta na troca de conhecimento entre os profissionais, no uso de inovação e criatividade para resolver problemas e na atitude de corresponsabilidade da empresa e dos profissionais pelo desenvolvimento de cada um.

Empresas que adotam uma cultura interna de fomento ao aprendizado tendem a ter melhora significativa no clima organizacional e na produtividade das equipes. Isso porque nessa cultura a competição cede lugar à colaboração e o aprendizado constante traz novas perspectivas de crescimento individual e coletivo.

Como desenvolver uma cultura de aprendizado na empresa

Mudanças culturais levam tempo e são bastante desafiadoras. Porém, é possível conduzir esse processo de maneira estruturada, atuando em pontos estratégicos da organização.

Se você tem dúvidas sobre como desenvolver uma cultura de aprendizado na sua empresa, confira a seguir o passo a passo que preparamos.

1- Desenvolva as lideranças

O primeiro passo para uma mudança cultural bem sucedida é o alinhamento das lideranças com a cultura que se quer promover. Os líderes atuam como disseminadores da cultura e servem de exemplo para os demais profissionais.

Por isso, comece treinando os líderes para que eles próprios tangibilizem a cultura de aprendizado nas ações do dia a dia, disseminando conhecimento e estimulando a colaboração entre todos.

2- Formalize planos de treinamento e desenvolvimento

A cultura de aprendizado vai muito além de oferecer treinamentos e programas de capacitação aos colaboradores, no entanto essas ações são parte importante do processo. Se a empresa valoriza o aprendizado, ela precisa investir na formação e atualização de seus profissionais.

O investimento em capacitação demonstra não apenas o quanto adquirir conhecimento é importante, mas também como a empresa está disposta a trabalhar junto com os colaboradores pelo desenvolvimento deles. Remete à questão da corresponsabilidade que citamos anteriormente. Por isso, identifique quais são as competências estratégicas para a empresa e formalize uma política de treinamento para desenvolvê-las, como uma política de idiomas, por exemplo. Determine quais são os cargos e níveis hierárquicos eletivos para cada curso e faça um planejamento dos recursos necessários.

Para as competências importantes, mas que não forem estratégicas, faça parcerias com centros educacionais e estabeleça subsídios parciais.

[rock-convert-cta id=”16378″]

3- Incentive a participação em congressos e palestras

Congressos e palestras são eventos importantes do mercado para benchmarking e atualização. Identifique junto com cada departamento quais são os eventos mais relevantes da área e estabeleça uma programação conjunta de participação.

Para otimizar recursos e dar oportunidade a todos, estabeleça um revesamento entre os profissionais eletivos para irem ao evento. Lembre-se também de que a ocorrência de eventos online, inclusive gratuitos, é cada vez mais frequente – não deixe de considerá-los na programação.

4- Estimule os profissionais a compartilharem conhecimento

“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”. A frase que é mote da carreira pedagógica não se aplica apenas ao contexto educacional. Todos os profissionais, com suas vivências e momentos de carreira únicos, têm muito a ensinar e a aprender. Quando os colegas de trabalho compartilham conhecimento em um ambiente colaborativo, todos se desenvolvem mais rapidamente e atingem níveis de entrega melhores.

Por isso, estimule a troca de conhecimento e aprendizados no dia a dia. Escolha profissionais-chave em cada área para treinar os novatos e passe o bastão entre a equipe periodicamente.

Crie também missões colaborativas de aprendizagem. Ao enviar profissionais a eventos ou treinamentos, por exemplo, estabeleça com eles o compromisso de que voltem para a empresa e apresentem o conhecimento adquirido a um grupo maior de profissionais.

5- Recompense o aprendizado

Acompanhar e recompensar o conhecimento adquirido é outro ponto importante de uma cultura de fomento ao aprendizado. Estabeleça critérios claros para a avaliação de treinamentos e recompense as habilidades e competências desenvolvidas.

Uma boa tática para colocar isso em prática é criar um plano de carreira associado à avaliação de competências e resultados. Assim, os profissionais têm clareza de que competências precisam ser desenvolvidas para alcançar outras colocações dentro da empresa e o estímulo ao aprendizado se torna base de todo o processo.

Se interessou por fazer da sua empresa uma ambiente favorável ao desenvolvimento e ao aprendizado? Uma boa dica é começar com a estruturação de um programa de qualificação de idiomas. Entre em contato com nossos especialistas e saiba mais a respeito.

Se este post foi útil para você, não deixe de nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, Youtube, Twitter e LinkedIn.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber nossas atualizações por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.